PETROBRAS DEVOLVE BLOCOS EM ÁGUAS RASAS EM SANTOS

A Petrobras devolveu à ANP ao longo de março cinco blocos em águas rasas da Bacia de Santos. Os blocos BM-S-64, BM-S-66, BM-S-67, BM-S-75 e BM-S-77 foram arrematados na 9ª rodada de licitações da agência, realizada em 2007, e tiveram seus contratos assinados em março de 2008.

 

A decisão de devolver os blocos BM-S-75 e BM-S-77 foi tomada após a perfuração do poço 1-SPS-80 (1-BRSA-911-RJS), localizado no bloco BM-S-6. O prospecto, batizado como Enseada, buscava testar reservatórios arenosos do pós-sal. Os reservatórios foram confirmados e, apesar de apresentarem indícios de hidrocarbonetos, não indicaram zonas potencialmente produtoras. Enseada atingiu a profundidade final de 4.405 m.

A Petrobras era operadora dos dois blocos, com 60% de participação em ambos. A petroleira tinha como sócia a Queiroz Galvão Exploração e Produção (20%) e a Petrogal (20%) nos dois ativos. As áreas ficavam ao norte dos prospectos de Tiro e Sidon, no BM-S-40.

No BM-S-64, BM-S-66 e BM-S-67, a Petrobras possuía 100% da primeira área e 40% nas duas seguintes, como operadora. Os sócios eram Vale (30%) e Maersk (30%).

 

 

Fonte: Energia Hoje, via Gás Brasil

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s